Sif, a esposa de Thor. Mitologia germânica, escandinava, nórdica

A deusa Sif, esposa de Thor, simboliza a fidelidade, a riqueza material, o bem-estar familiar e a paz e a abundância das colheitas – não a guerra como a corrente minoritária, impressionada pela editora Marvel, tenta impor. Ostentava longos cabelos dourados (que representavam o crescimento do trigo). Talvez ela esteja por traz da derrubada da Floresta Amazônica para fins de expansão do grande latifúndio de monoculturas.

 

Sif tinha grande orgulho da longa cabeleira, que lhe cobria da cabeça aos pés, como um véu brilhante (mais um pouco ficaria similar a de Rapunzel). Era o símbolo da Terra, como Jord. Thor também era muito orgulhoso da linda esposa e seus longos cabelos, pois gostava de… bom deixa para lá. Portanto, quando encontrou-a dado dia totalmente careca, como as terras áridas castigadas pelo inverno, se enfureceu.

 

Descobriu que Loki havia sido o responsável. Agarrou a Mjolnir e foi atrás do fanfarrão. O que o irmão de criação estaria fazendo com Sif? Como ele teve a oportunidade de cortar os fios dourados da deidade sem que ela fizesse oposição? Seria Thor corno?!

 

Loki lhe implorou perdão assim que capturado pelo deus do Trovão, e prometeu uma nova cabeleira, tão linda e resplandecente quanto a primeira para a diva. Loki então adentrou o centro da terra e implorou ao anão Dvalin que o ajudasse. Além disto, Loki  pediu que  o anão fabricasse um presente para aplacar a fúria de Odin contra ele, pois este deus era o suprassumo de Asgard e não toleraria imaturidade no seu reino, principalmente se a infantilidade tivesse como origem um dos próprios filhos. O anão também ajudou Loki nesse ponto.

 

Fabricou a lança Gungnir, que nunca erra o alvo. Também construiu o navio Skidbladgar: um veículo híbrido que podia navegar por mar, céu e terra. O barco de grandes dimensões (maior que o Titanic) ainda podia ser dobrado e se tornava tão pequeno que cabia na palma da mão. Finalmente, usando fios de ouro, Dvalin criou uma cabeleira para Sif que quando tocou a cabeça da bela, cresceu como se fosse seu próprio cabelo.

 

Loki estava salvo, Odin e Thor calmos e Sif bonita.

 

Veja Sif em ação:

A Sif dá Marvel está adorável.

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Sif, a esposa de Thor. Mitologia germânica, escandinava, nórdica

  1. Morgana disse:

    Muito bom mesmo! O mito foi contado de maneira detalhada e ao mesmo tempo simples, bem fácil de entender. Me tirou muitas dúvidas sobre a deusa Sif!

    Queria saber se, na mitologia, Thor e Loki são irmãos mesmo… ou se é só coisa da Marvel também.

    Obrigada.

    • Adonis disse:

      Loki é filho dos gigantes Farbanti e Laufey (há quem diga que Laufey é uma deusa Aesir e por isso Loki, mesmo sendo mestiço, tem assento entre os deuses asgardianos). Ainda que filho de gigantes ou um mestiço, Loki participa ativamente da vida de Asgard e possui muitas histórias onde tem estreita relação com Odin e com Thor.

      Minha principal fonte de consulta é o livro “Ragnarok – O crepúsculo dos deuses.”

      Gosto bastante deste blog sobre mitologia: http://portal-dos-mitos.blogspot.com.br/2013/06/sif.html

      É bem didático, objetivo e claro.

      O meu blog, por outro lado, embora se atenha à mitologia antiga, já consolidada pelo tempo, conta com muitas interpretações e comentários meus, alguns críticos, outros jocosos. Às vezes preencho algumas lacunas com minha imaginação. Gosto de criar histórias e enquetes sobre mitologia a partir dos mitos, por exemplo.

      Embora me doa dizer isso, porque fico muito feliz quando alguém me escreve, não recomendo meu blog para quem esteja se iniciando em mitologia ou para quem queira conceitos ou informações explícitas.

      Atualmente me atenho mais em histórias originais de minha lavra e nas enquetes do que propriamente em criar textos explicando quem é quem na mitologia. Essa minha tendência decorre do fato de que a maioria dos blogs e dos sites já fazem isso (descrever). Ademais, alguns textos meramente explicativos peguei da wikipédia (informação pública), me certifiquei da veracidade e acrescentei uma ou outra coisa, como comentários, explicações mais detalhadas e etc.

      Em breve voltarei a publicar posts sobre deuses e criaturas lendárias, explicando quem são. É claro que quando eu fizer isso, não vou me limitar a descrevê-los, farei comentários (maliciosos) também =)

      Bom, em suma, é isso. Obrigado pelo elogio e volte sempre. Será muito bem vinda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s