Deusa Daji – Mitologia chinesa

Daji, ou Su Daji, foi a concubina favorita do rei Zhou, o último rei da dinastia Shang, na China antiga, sendo responsabilizada pela queda desse império. Na verdade, a linda mulher foi tomada por um espírito maligno de raposa, conforme relatado no romance chinês Fengshen Yanyi.

Daji foi dada ao rei Zhou por seu pai, Su Hu, como forma de apaziguar o conflito tido por eles, sendo possuída antes de chegar às mãos do imperador. O espírito de mil anos de idade, através da beleza física inigualável de Daji e de perspicácia e malícia, corrompeu o rei Zhou, levando-o a negligenciar assuntos de Estado.

Em razão da atuação da concubina, que manipulou o carnalmente fraco rei Zhou (a carne é fraca), a China foi tomada pela tirania e pelo despotismo, o que causou a fúria popular e a superveniente queda do império.

Posteriormente, Daji foi exorcizada, ficando livro do espírito. Contudo, atribuiu-se a ela a culpa pelas ações do rei Zhou, caindo a moça no ostracismo e no esquecimento. Com o passar dos séculos e milênios, foi deidificada pelo povo chinês.

Daji é símbolo da fraqueza carnal masculina diante de uma bela mulher, assim como Dalila (Sansão), capaz, inclusive, de destruir impérios, servindo como um alerta aos homens que sucumbem a qualquer rabo de saia que apareça ou às vontades femininas em troca de sexo. No contexto atual, esta fraqueza dá origem a pensões alimentícias devidas a filhos não planejados.

Sei que uma mulher linda e maliciosa é irresistível, constituindo-se em uma oportunidade única de felicidade – até porque a maioria das mulheres querem parecer boazinhas e imaculadas e vivem se vitimizando e se comparando a homens -, mas é bom tomar cuidado, rs.

Anúncios

14 pensamentos sobre “Deusa Daji – Mitologia chinesa

  1. João disse:

    Obviamente o rei Zhou foi o mais “trouxa” que o Sansão. Quem conhece a história dele de verdade não pode negar isso. Ele exilou seus dois irmãos, matou seu tio, prendeu o outro tio e deserdou seu filho por influência de Daji. Ele torturou e matou centenas de inocentes apenas pra satisfazer o sadismo sexual extremo dela. O alto-conselheiro Meibo foi esquartejado, o primeiro-ministro Shangrong cometeu suicídio para não ser queimado vivo numa torradeira gigante, mulheres grávidas tiveram seus ventres rasgados por ele para que Daji brincasse de adivinhar o sexo dos fetos, ele fez uma orgia com ela e seus amigos que durou 120 dias… No fim ele foi desertado por seu próprio exército, que uniu-se aos rebeldes na Batalha de Muye, e para fugir da captura cometeu suicidio pondo fogo no próprio palácio consigo dentro. O maior tarado e o pior tirano da história.

    • Adonis disse:

      uau!!!!!!!! Queria comprar um bom livro de mitologia chinesa. Vc conhece algum para me indicar? Obrigado!

      • João disse:

        Há o Fengshen Yanyi, clássico, que conta essa história em forma de uma novela. Mas para conheceres a história real (que não é tão diferente, vai por mim), deves procurar algo como o Shiji ou mesmo o meu próprio livro. Chamá-lo-ei Mandato Celeste.

      • Adonis disse:

        Vc vai publicar um livro chamado “Mandato Celeste”? Quando estará disponível? Assim como a Marvel e a DC, quero fazer meu “universo”. Pretendo continuar com os deuses da “A nova teogonia”, livro que eu escrevi, e, para tanto, quero inserir a mitologia chinesa. Já tneho rascunhos. Valeu!

      • João disse:

        Adonis, exatamente. Publicá-lo-ei dentro de alguns meses, talvez; mas ocorre que é extremamente trabalhoso reunir as informações e escrever no formato que eu quero: uma narrativa, parecendo uma fábula em formato, porém composto de fatos históricos. A história sobre o declínio e a queda da dinastia Shang, que é justamente essa em que o rei Zhou se converte num tirano por influência de Daji, é a primeira das quatro partes que formarão o texto inteiro.

        Podemos conversar no Facebook, se quiseres.

      • Adonis disse:

        Olá! Me avise quando o livro estiver prontos. Gosto de narrativas! Meu facebook: https://www.facebook.com/czar.uspiano

  2. José Ivan Emiliano da Costa disse:

    gosto de adquirir, mas perdi material no pen…

  3. Jefferson Steal Flec disse:

    Daji > Dalila

    Não é justo comparar essas duas. O Sansão sequer foi derrotado pela beleza de Dalila, mas sim pela própria arrogância. É essa a lição que a Bíblia nos passa, e as pessoas sempre distorcem e interpretam do jeito mais enraizado no senso comum.

    Vede bem, o Sansão já sabia desde a primeira tentativa que a Dalila não era confiável e queria trai-lo. Mesmo assim ele se deixou levar no jogo dela e seguiu contando mentiras só para vê-la tentar sobrepujá-lo e fracassar uma vez atrás da outra. Foi aí que, tendo já enganado Dalila três vezes e deixado ela muito irritada, ele tivera seu ego tão inflado e sua autoconfiança tão exacerbada que ele não acreditava que ela ou qualquer outro seria capaz de derrotá-lo, mesmo que ele confessa o seu segredo de verdade.

    Está aí. Ele foi arrogante e achou que não precisava da bênção de Deus para ser invencível, e esse foi o seu erro. O seu erro não foi se deixar enganar por uma mulher bonita, pois ele já sabia que ela queria destruí-lo desde o início.

    • Adonis disse:

      A única coisa que a bíblia ensina é que não devemos contar com o deus católico-judaico, um assassino em série, louco, vingativo com baixa autoestima e egocêntrico. De toda forma, não importa o que a bíblia diz. É um livro escrito por milhares de ignorantes e por interesses mesquinhos e sombrios, sem qualquer compromisso com a Humanidade e com a felicidade do ser Humano. Logo, essa porcaria deixa de ser relevante para a Humanidade civilizada e desenvolvida. Abraços!

      • Jefferson Steal Flec disse:

        Por favor, meu caro, não sejamos tão odiosos com a doutrina que fundou a nossa civilização e na qual se baseiam todos os nossos valores. Não sou cristão nem teísta, porém sou conservador, e tenho grande fascínio por todas as religiões e mitologias, mesmo a cristã.

      • Adonis disse:

        Não estou sendo odioso, só estou falando a verdade. A bíblia é uma droga e não serve para tirar qualquer lição moral. Um deus que mata primogenitos e que manda seu filho, que é ele mesmo, para nos salvar, dele mesmo; que não consegue salvar e que ainda diz que todos os que nascerão são pecadores, é um imbecil, eufemisticamente falando. E olha que nem estou falando do que fazem em nome do deus judaico-cristão. E nossa civilização se funda nos valores da Grécia Antiga, essencialmente. O cristianismo veio e trouxe a idade média que foi afastada com a renascença. Infelizmente, ainda há muita influência do cristianismo no mundo (Silas Malafaia; kkk; Reliciano; Banco do Vaticano, Rede Record; templos que não pagam impostos; busca da felicidade na suposta pós-vida e não nesta vida), embora cada vez menos nos países desenvolvidos. Mas sei lá, quem sabe num futuro não muito distante, consigamos nos livrar disso, do islamismo e de todas as religiões proselitistas. Nssos valores não se baseiam no cristianismo, porque essa regiligão não tem qualquer valor bom. Prega a humildade como um fim si mesmo, mas seus seguidores pertencem às classe média materialista e pobre ignorante. A única coisa que vejo no cristianismo é hipocrisia. Basta ver a bancada da bíblia, como ela se imiscui na vida privada, e funcionários públicos cristãos que, por exemplo, usam o telefone do serviço público para fins particulares. Ou então os conservadores cristãos que são contra o aborto e a favor da pena de morte. Quererem se imiscuir na vida de uma mulher, a proíbem de abortar, não a a ajudam a criar a criança e fazem com que um monstro suja na sociedada. Depois querem matá-lo. E ainda cultuam um arrogante que diz ser o caminho, a luz e a verdade. Mais estúpido e sem moral impossível. Aliás, não vejo valor algum em uma pessoa que só é boa porque está sendo observada por um prepotente carente que nunca deu as caras. Sem falar nos dez mandamentos. Normas mais rasas impossível. Deve ser por isso que nas cadeias, em números absolutos e proporcionais, a maioria é cristã. E não vejo qual a relação entre conservadorismo e religião. Vc pode muito bem ser conservador sem fazer qualquer menção à religião ou à bíblia. Seria mais adequado se escorar em um algum filósofo ou sociólogo do que em um livro de crônicas aterrorizantes para crianças. No mais, também sou fascinado por mitologia, daí porque existe esse blog, mas a mitologia judaico-cristã não me interessa muito, até porque é a vigente em nosso país e está decadente. Normalmente, quando discuto com pessoas sobre religião, elas pedem que eu respeite a irracionalidade e crenças infundadas delas. Isto é, que eu respeite a loucura alheia e a condolência com valores ruins pensados há cerca de dois mil anos. Até entendo o pedido. Como discutir algo sem sentido? Abraços!

      • Jefferson Steal Flec disse:

        Eu já passei por essa fase; sei como é. Há dois anos eu era aquilo que os cristãos chamam de ateu-toddynho, aquele cara chato que se acha genial porque é ateu e quer converter todo mundo na marra, que aprecia religiões como se aprecia histórias de ninar mas odeia a religião do próprio povo por se sentir de alguma forma aprisionado por ela; o cara que curte maconha, putaria e promiscuidade.

        Mas eu fui assim até descobrir que as pessoas semelhantes a mim eram insuportáveis e que defendiam as piores coisas imagináveis, como aborto, relativismo moral, vitimismos das mais variadas naturezas, feminismo, comunismo e todos os ismos da esquerda libertária. Foi quando eu vi que dá pra se dar muito bem com cristãos, e que eles amam um ateu conservador.

        Um conselho irmão: volta pro lado de cá.

      • Adonis disse:

        Só promovo o ateísmo aqui neste blog, na minha casa (com minha esposa católica e minha mãe que acha que Jesus realmente andou sobre as águas) e no meu livro “Lúcifer e a Conspiração dos Arcanjos”. Não fico falando do meu desprezo às religiões aqui e acolá, porque não funciona; as pessoas já foram condicionadas desde a infância a acreditarem na religião local. Só me mantenho longe das crenças teístas e não me sinto nada aprisionado, só enojado. E não preciso do amor de ninguém, muito menos de cristãos. Só preciso do meu cachorro. O Comunismo é só um sistema econômico, tal qual o capitalismo. Não sei por que as pessoas se mataram por causa disso e por que ainda ostentam esse ódio ao comunismo, como vc manifestou aqui. O comunismo só não deu certo, por causa dos países capitalistas. Se eu ou vc criássemos outro sistema econômico (por exemplo: fraternalismo), os interesses vigentes tentariam acabar com ele e haveria violência e totalitarismo dos fraternalistas para defendê-lo. Capitalismo é um sistema que favorece o egoísmo e o materialismo. Tem seus prós e contras. É só um caminho, não o fim. O fim deve ser a felicidade humana. E capitalismo, comunismo e outros sistemas econômicos deveriam buscar isso, lado a lado. É mesquinharia dizer que um é melhor do que o outro. Sou a favor do aborto, porque quem cria é a mulher e o Estado, não quem dá palpite na vida alheia. Legalizando o aborto é possível criar políticas públicas. E sou a favor do Estado vender drogas à população, não só à liberalização de algumas delas. A proibição de aborto e a guerra às drogas só criam marginais e custos à população, além de matar milhares de pessoas (a maioria simples e inocente) todos os anos. O Estado tem que promover políticas públicas, não reprimir sem necessidade. Essa é a tendência em países civilizados, muito distante do nosso. E se quer proibir drogas, que se proíba bebidas aloólicas e cigarros que matam mais do que qualquer outra droga. E a moral muda de tempos em tempos. Na Grécia antiga havia uma moral, na Idade Média outra e hoje outra. Amanhã haverá outra mais. Só concordo com vc com relação ao vitimismo, mas tenho que reconhecer que mulheres, negros, ateus e gays são discriminados. Sei lá. Neste ponto, sobre vitimismo, tendo a fazer uma análise caso a caso. Nunca fui discriminado por ser ateu, mas deve ser porque sou homem, branco, classe média e porque moro num grande centro urbano.

      • Jefferson Steal Flec disse:

        Sinto muito por ti.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s